Entendendo o que é tratamento de canal

O tratamento endodôntico (tratamento de canal) é a remoção de um tecido – polpa – que está dentro do dente quando ele não está mais em condição de saúde. Para entender melhor, saiba que o dente tem três camadas: a mais externa, esmalte, tecido mineralizado (duro) e translúcido; a intermediária, dentina, também mineralizado e que dá cor ao dente; e a mais interna, a polpa.

A polpa é um tecido altamente vascularizado e inervado. Isso significa que, por ter muitos vasos sanguíneos, ela é a responsável pela nutrição e defesa do dente. Além disso, graças à presença de nervos ali, sob qualquer agressão que o dente sofra, a polpa vai ser estimulada e, assim, alertar para gente que algo ruim está acontecendo com o dente sob a forma de dor.

Em um dente saudável, a polpa está muito bem protegida das bactérias da boca por ela estar confinada em um espaço formado pela dentina, chamado de canal. Entretanto, quando essa barreira de proteção deixa de existir, seja, por uma lesão profunda de cárie ou uma fratura grande do dente, a polpa fica vulnerável aos microrganismos da boca e, como forma de defesa, ela inflama.

Por mais que o tecido pulpar tente se defender, sua resposta não é o suficiente para eliminar a agressão que vem sofrendo e, por isso, se nada for feito, a polpa infecciona e, depois, entra em necrose (ela morre).

A melhor forma de evitar que a inflamação progrida para uma infecção ou interromper a infecção é realizando o tratamento de canal, que vai remover a polpa e limpar e vedar o espaço ocupado pela polpa, ou seja, o canal, para diminuir a quantidade de microrganismos presentes ali e impedir que mais bactérias entrem.

Compartilhe:

Recent Posts

Faça o agendamento da sua consulta!